Quando se trata de dividir um apartamento ou mesmo diferentes objetos, somos receosos e, por vezes, encontramos muita dificuldade. E com os gatos não é diferente. Levar um gatinho para casa já tendo outro fará com que o ciúme daquele que já tem o seu território aumente, podendo provocar brigas. Os gatos são animais muito ciumentos e um tanto desconfiados de tudo ao seu redor. Imagine, então, um novo amigo chegando no seu ambiente.

Dessa maneira, vamos ajudar você — que possui um gato e quer ter outro — a apresentá-los de forma inteligente, para que os felinos não se estranhem e façam da sua casa um local ainda mais feliz.

INÍCIO DO CONVÍVIO

Antes de qualquer decisão, precisa-se separar um quarto para o novo integrante da casa. Ao chegar em casa com o novo gatinho, não deixe o mais antigo vê-lo no seu colo, pois pode haver um ciúme precoce. Coloque-o no seu novo quarto, ponha sua comida e bebida em potinhos que serão só dele e coloque sua caixa de areia no mesmo local, porém longe dos outros potes. Deixe o tempo que ele precisar para se ambientar com o lugar, geralmente leva um ou dois dias para isso.

FASE DO RECONHECIMENTO

Entre algumas vezes no quarto dele para brincar e fazer com que ele se acostume com sua nova moradia. Mas também brinque e fique junto com o gato residente. Assim, deixe o gatinho morador cheirar você e suas roupas para depois chegar próximo à porta do quarto do novo gato dando início ao reconhecimento. Pelo cheiro eles vão começar a sentir a presença do outro.

APRESENTAÇÃO

Depois de uns dois dias tentando acostumar um ao outro, é a hora de apresentá-los. Abra a porta do quarto do novo felino e deixe o antigo entrar. Eles vão se cheirar ainda mais e desconfiar um do outro. Tudo transcorrendo da melhor maneira, sem brigas nem confusões, tire o felino residente e feche mais uma vez a porta. Faça isso cerca de 5 vezes ao dia.

INTERAÇÃO

Os dois não podem ficar no mesmo local sem a sua supervisão. Em um dado momento, comece a brincar com os dois, e se tudo ocorrer bem, dê petiscos para eles, pois saberão que estão fazendo a coisa certa. Acostume-os a ficarem mais juntos, sempre próximo a você e, algumas vezes, deixe-os brincar sozinhos. Veja o que fazem juntos e tente prestar atenção quando não está muito próximo. Você começará a sentir segurança no convívio deles, assim que isso acontecer, estará na hora de abrir a porta do quarto do novo felino, para assim deixá-lo explorar o restante da casa. Não se esqueça de que cada gato deve ter sua caixa de areia e potes para comida e bebida próprios.

TER PACIÊNCIA VALE A PENA

A apresentação dos gatos deve ser feita com cautela. Quando falamos dos felinos, tudo tem de ser aos poucos, fazendo-os se acostumar com o proposto sem que haja desconforto. Entenda o tempo de cada um, mostre carinho por eles em condições iguais e seja duro quando existir alguma briga.

Um bom lembrete é deixar o ambiente rico, com um bom arranhador para gatos, túneis, tocas e brinquedos.

Levando em consideração nossas dicas, a aproximação deles será um sucesso e deixará sua casa mais agradável do que nunca.

Posts relacionados

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades por e-mail