nutrição

Gatos e comida no período noturno

Publicado por Gateiro, 28/03/2016

gato-gateiro-comida-noturna-1

“Meu gato não me deixa dormir! Ele arruma uma verdadeira barulhada no período noturno”.

Depois de ouvir essa reclamação de leitores, fiz a seguinte pergunta para a Dra. Keila Regina de Godoy, médica veterinária da PremieR pet:

Como gatos são animais de comportamento noturno, vale a pena encher o prato de ração no período da noite? E eles ficam mais agitados a noite quando não há comida nova disponível? A falta do produto os levaria a caçar?

Atualmente, sabe-se que os gatos tiveram seu hábito adaptado de acordo com o hábito de seu tutor. Há gatos que ficam entretidos com atividades durante todo o dia e há também aqueles que dormem o dia todo e ficam mais ativos no período noturno, quando os seus tutores estão em casa. Por isso, é indispensável definir as necessidades e perfil de cada pet.

Tão importante quanto o período do dia para a oferta do alimento é que se respeite a quantidade indicada a cada animal, levando em conta seu nível de atividade física. Consulte sempre o rótulo do alimento escolhido e verifique a quantidade de alimento indicada. Se tiver dúvidas, o médico veterinário poderá auxiliar.

Você pode dividir a quantidade diária recomendada em 3 ou 4 porções iguais ou pode perceber quais horas do dia seu gato é mais ativo e dividir a quantidade proporcionalmente.

Por exemplo: se o gatinho é mais ativo durante a noite, dê 50% da porção recomendada à noite, 30% à tarde e 20% pela manhã.

Alimentar seu gato da maneira correta, com o alimento certo e na quantidade ideal, garante que ele fique saudável e forte. Lembrando que água fresca deve estar disponível durante todo o dia.

Quanto ao ato de caçar, os gatos domésticos normalmente caçam por instinto e não para se alimentar. Dificilmente um gato com alimento disponível regularmente caça para comer, a maioria pode até caçar, mas para exercitar seus instintos. Por isso é importante que o alimento esteja sempre disponível para o seu animal nas quantidades adequadas.

Confira mais posts sobre nutrição!

Post exclusivo para o Gateiro assinado pela:

Confira o site, a fan page e o perfil da marca no Twitter.

Mais nutrição

gato-sardinha-dieta-2 Posso servir sardinha para meu gato? Publicado por Gateiro, 10/01/2019

Muito gateiros têm o hábito de servir sardinha em lata para seus bichanos. O peixe faz as vezes da ração úmida, não são todos os gatos que gostam dele, mas eu já vi alguns comendo tudo e com vontade. Não há problema em oferecer sardinha para o gato, desde que ela seja apenas um petisco […]

gateiro-posicao-prato-racao-2 Posição do comedouro e bebedouro Publicado por Gateiro, 08/11/2018

Esta imagem foi compartilhada comigo, infelizmente não consegui identificar quem é o autor. Vale a pena conferir! Acredito que todo cuidado é valido e essa dica não gera trabalho algum. Caso você não tenha suportes para a elevação dos pratos, improvise-os com potes de sorvete vazios! Dá uma olhada em mais coisas simples e que funcionam.

gato-nutricao-prevencao-2 Alimentos para humanos que podem fazer mal à saúde do seu gato Publicado por Gateiro, 07/12/2017

Alguns alimentos que fazem parte da nossa dieta não podem ser consumidos por gatos. Mesmo que alguns sabores agradem o bichano, os alimentos indicados a seguir devem ser incluídos em uma lista de alimentos proibidos para o seu pet! Cebola, alho, alho-poró e cebolinha Estes alimentos contêm compostos de enxofre orgânico que causam danos oxidativos aos glóbulos […]

gato-racao-especial-2 Dúvidas sobre rações especiais Publicado por Gateiro, 02/06/2017

Confira algumas dúvidas que tirei com a Dra. Keila Regina de Godoy, médica veterinária da PremieR pet! Quais são as diferenças entre as rações especiais, como a ração voltada para o controle renal, e uma ração comum? A composição desses alimentos possui um balanceamento muito diferente das rações comuns, pois diferente do alimento que é […]

clientes-1 doacoes-1

Gateiro no seu e-mail

Digite seu e-mail para receber as postagens do blog

Mais sobre

Arquivos

facebook

portal-medicina-felina-1