Gateiros, antes de uma consulta veterinária, podem perceber alterações no corpo dos gatos e já se organizarem para tratar o bichano com o auxílio de profissionais. A língua dos gatos é uma das partes do corpo que fica alterada quando há problema de saúde. Vamos detalhar isso com a ajuda de uma veterinária!

A língua do gato fica realmente roxa quando ele tem dificuldade de respirar? Isso pode acontecer quando ele está engasgado, por exemplo? O que fazer nesses casos?

Dra. Laila Massad Ribas, veterinária e autora do Portal Medicina Felina, pós-doutoranda pela Faculdade de Medicina Veterinária da UNESP, é quem nos responde:

Sim, quando o gato não consegue respirar direito a língua pode ficar roxa, pois os tecidos ficam pouco oxigenados. Quando isso ocorre, temos um sinal de emergência e devemos levar o animal imediatamente ao veterinário. Em casos de engasgo, a mesma coisa vai acontecer – a língua ficará arroxeada e o gato precisará ser levado imediatamente ao veterinário. No caminho, a cabeça do gato deverá ser mantida mais baixa que o corpo. O gato deve sempre ficar de barriga para baixo, pois isso facilita a sua respiração. Bater nas costas do gato não adiantará nada! Tentar puxar qualquer coisa presa na sua garganta poderá fazer com que o objeto desça ainda mais, pois a boca do gato é muito pequena para que essa tentativa tenha um bom resultado.

A Dra. Laila atente na Clínica Vetica, em São Paulo (SP). Endereço – Av. Gustavo Berthier, 95 – Jardim Adalgiza.

Na foto acima, a língua do bichano está sem alteração de cor, na maneira que deve estar constantemente.

Posts relacionados

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades por e-mail