saúde

Não é toda bolinha do gato que é câncer!

Publicado por Gateiro, 09/01/2013

A primeira coisa que pensamos ao ver uma bolinha no nosso gato é que ele possa estar com câncer. Mas saiba que até mesmos infecções na pele podem causar nódulos. Portanto não se assuste!

Sempre que você verificar a presença de um nódulo no seu gato é necessário o encaminhar a um veterinário. O colega irá investigar alguns aspectos no paciente, como a sua idade, sexo, desde quando o nódulo esta presente, se existe algum outro animal doente na casa, uso de medicamentos injetáveis recentemente, uso de anticoncepcionais  e principalmente a progressão da bolinha.

Quando eu falo em nódulo estou me referindo a uma saliência com mais de 1 cm, sólida e circunscrita e que se estende para as camadas mais profundas da pele.

No tumor já ocorre envolvimento de tecido subcutâneo. Mas é difícil perceber apenas com o olhar, por isso é importante o exame do veterinário.

Para diferenciar um do outro, o veterinário irá introduzir uma agulha e puxar um pouco do conteúdo dessa bolinha. Assim ele poderá ver se o que tem lá é líquido ou sólido e enviar para o laboratório.

O aspecto do aspirado (o que se retira da lesão) irá muitas vezes nos dar uma direção de diagnóstico, pois secreções amareladas, por exemplo, podem ser sinais de infecção por bactérias, mas apenas uma análise microscópica irá determinar exatamente o que pode ser aquele nódulo ou tumor.

As principais causas dos nódulos e tumores nos gatos são os abcessos, as neoplasias e fungos.

No caso dos abcessos, o que temos é uma grande coleção de pus e células inflamatórias. As causas podem ser diversas, entre elas um arranhão ou uma briga. O tratamento é com antibióticos e o bichinho normalmente fica bom rapidinho.

No caso das neoplasias, o temido câncer, é necessário saber exatamente o tipo de tumor para determinar tratamento e falar sobre prognóstico e expectativa de vida. E nesses casos a retirada cirúrgica pode ser necessária e imprescindível para que o nosso amiguinho fique conosco por muito tempo.

Para os fungos, isso mesmo, fungos, é importante determinar o tipo. As doenças fúngicas causadoras de nódulo mais importantes na veterinária são a Criptococose e a Esporotricose. Mas podemos citar outras como a Histoplamose, a Bastomicose e a Nocardiose. Em todos os casos o tratamento é longo e realizado com antifúngicos potentes. Todas as doenças fúngicas citadas possuem alto potencial zoonótico, ou seja, podem passar do bichinho para o homem, por isso é tão importante o diagnóstico.

Volto a repetir o título deste post: não é toda bolinha que é câncer! Portanto, leve seu cão ou gato ao veterinário para que ele possa ter um diagnóstico correto e viver bem por muitos e muitos anos.

Fonte: Blog Sobre Cães e Gatos

Mais saúde

dedeira-escovacao-gato-2 Dedeira para apoio na limpeza dos dentes Publicado por Gateiro, 15/02/2019

Gatos podem apresentar gengivite e outras doenças periodontais ao longo do seu desenvolvimento. Pets idosos já sofrem com o problema com muito mais frequência. Como escovar os dentes do gato, mesmo com uma escova desenvolvida especialmente para pets, eu trago mais uma opção – a dedeira! Usada para a limpeza da gengiva e dentes de […]

gato-comprimido-babao-2 Gato babão depois de tomar remédio Publicado por Gateiro, 08/01/2019

Eu acredito que muitos gateiros já viram seus gatos babarem bastante ao receberem uma medicação líquida. Acontece, assusta, é normal, mas o tratamento em questão fica comprometido. Como o sabor dos remédios geralmente é bem amargo, os bichanos tratam de salivar com vontade para eliminar o gosto. Alguns babam mais, outros menos, mas a reação […]

gato-picole-3 Bola de gelo para refrescar Publicado por Gateiro, 18/12/2018

Com o verão batendo na porta, uma foto antiga sempre reaparece nas redes sociais: O gato e o seu picolé de ração úmida! A ideia é aprovada por veterinários, mas trate de deixar o picolé alguns minutos fora da geladeira antes de servir para o bichano, para derreter um pouco, pois isso evitará que a […]

gatos-cuidado-racao-1 Um gato vomitou e o outro quer comer! Publicado por Gateiro, 10/01/2018

É isso mesmo que você leu! Quem tem mais de um gato em casa, pode ter presenciado tal situação. Gatos não são como filhotes de passarinho, que podem comer o alimento já mastigado pela mãe. Veterinários não recomendam permitir o consumo de um alimento vomitado, pois assim as condições do organismo de um bichano não vão se estabelecer […]

clientes-1 doacoes-1

Gateiro no seu e-mail

Digite seu e-mail para receber as postagens do blog

Mais sobre

Arquivos

facebook

portal-medicina-felina-1