saúde

Plantas que são tóxicas para os bichanos

Publicado por Gateiro, 05/08/2016

Já falei sobre este assunto, mas sempre recebo mensagens com dúvidas a respeito! Por isso, faço questão de indicar as plantas que são definidas como tóxicas na medicina felina, e que são comuns nos lares brasileiros. Confira:

plantas-toxicas-gato-gateiro-1

Dedaleira (Digitalis purpurea)
Parte tóxica: toda a planta, principalmente as flores e os frutos
Toxicidade: tóxica ao coração
Sintomas da intoxicação: vômitos, diarreia, bradicardia (coração bate devagar) e arritmias.

Erva-moura (Solanum nigrum)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: neurotóxica
Sintomas da intoxicação: vômitos, diarreia, pupilas dilatadas, ataxia, fraqueza e sonolência.

Espirradeira
 (Nerium oleander)
Parte tóxica: toda a planta, principalmente a planta seca ou folhas mortas.
Toxicidade: toxica ao coração
Sintomas da intoxicação: vômitos, diarreia (com ou sem sangue) e arritmias.

Folha-da-fortuna
 (Kalanchoe spp)
Parte tóxica: toda a planta, principalmente as flores
Toxicidade: tóxica ao coração
Sintomas da intoxicação: vômito, diarreia, ataxia, tremores e morte súbita.

Hera
 (Hedera helix)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritativo para as mucosas
Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração em casos mais gaves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

Hortênsia (Hydrangea macrophylla)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: alterações do sistema nervoso central e transporte de O2.
Sintomas da intoxicação: cianose (mucosas arroxeadas), convulsões, dor abdominal, flacidez muscular, letargia, vômitos e coma.

Lírio (Lilium spp)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: falência renal aguda
Sintomas da intoxicação: vômitos, depressão, letargia e anorexia.

Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritativo para as mucosas
Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração em casos mais gaves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

Lírio-do-vale (Convallaria majalis)
Parte tóxica: toda a planta, principalmente as raízes
Toxicidade: tóxica ao coração
Sintomas da intoxicação: salivação, vômitos, bradicardia (coração bate devagar), arritmia, convulsões e até morte súbita.

Maconha (Cannabis sativa)
toda a planta, especialmente as folhas secas
Toxicidade: neurotóxica
Sintomas da intoxicação: depressão, ataxia, bradicardia (coração bate devagar), vocalização, salivação, vômitos, pupilas dilatadas, alterações de comportamento

plantas-toxicas-gatos-gateiro-2

Antúrio (Anthurium andraeanum)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritante para as mucosas
Sintomas da intoxicação: salivação, prurido (coceira) intenso na face, edema na região da face, vômitos, paralisia de língua.

Azaleia (Rhododendron spp)
Parte tóxica: toda a planta, principalmente a folha
Toxicidade: depressão do sistema nervoso central (SNC) e respiratório.
Sintomas da intoxicação: vômitos prolongados, arritmias, convulsões, ataxia, fraqueza, depressão e morte.

Babosa (Aloe spp)
Parte tóxica: seiva da planta (líquido branco)
Toxicidade: irritante para as mucosas e pele
Sintomas da intoxicação: bolhas na pele e mucosa oral, salivação, vômitos, diarreia, dor abdominal, pulso fraco, conjuntivite (quando em contato com os olhos).

Banana-de-macaco ou Manacá (Philodendron bipinnatifidum)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritativo para as mucosas
Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração em casos mais gaves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

Bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima)
Parte tóxica: seiva da planta (líquido branco)
Toxicidade: irritante para as mucosas e pele
Sintomas da intoxicação: bolhas na pele e mucosa oral, salivação, vômitos, diarreia, dor abdominal, pulso fraco, conjuntivite (quando em contato com os olhos).

Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia spp)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritativo para as mucosas
Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração em casos mais gaves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

Copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritante para as mucosas
Sintomas da intoxicação: salivação, prurido (coceira) intenso na face, edema na região da face, vômitos, paralisia de língua.

Costela-de-adão (Monstera deliciosa)
Parte tóxica: toda a planta
Toxicidade: irritante para as mucosas
Sintomas da intoxicação: salivação, prurido (coceira) intenso na face, edema na região da face, vômitos, paralisia de língua.

Mamona – mamoneira 
(Ricinus communis)
Parte tóxica: toda a planta, principalmente as sementes
Toxicidade: morte celular (bloqueia síntese de proteínas)
Sintomas da intoxicação: vômitos, diarreia, mucosas arroxeadas (cianose), ataxia, convulsões e fraqueza. Os sinais aparecem apenas 3 dias após a ingestão.

Eu adoro jardinagem e até já dei dicas para montar um jardim na presença de gatos. Por isso, sempre me preocupo com a escolha das plantas que cultivo.

Caso o seu gato apresente qualquer um dos sintomas indicados, você precisa o levar até um veterinário. Nada de disponibilizar medicamentos por conta própria.

E você sabe o que não deve ser feito em casos de envenenamento proposital?

A Dra. Laila Massad Ribas, veterinária e autora do Portal Medicina Felina, pós-doutoranda pela Faculdade de Medicina Veterinária da UNESP, contribuiu com este post.

Mais saúde

dedeira-escovacao-gato-2 Dedeira para apoio na limpeza dos dentes Publicado por Gateiro, 15/02/2019

Gatos podem apresentar gengivite e outras doenças periodontais ao longo do seu desenvolvimento. Pets idosos já sofrem com o problema com muito mais frequência. Como escovar os dentes do gato, mesmo com uma escova desenvolvida especialmente para pets, eu trago mais uma opção – a dedeira! Usada para a limpeza da gengiva e dentes de […]

gato-comprimido-babao-2 Gato babão depois de tomar remédio Publicado por Gateiro, 08/01/2019

Eu acredito que muitos gateiros já viram seus gatos babarem bastante ao receberem uma medicação líquida. Acontece, assusta, é normal, mas o tratamento em questão fica comprometido. Como o sabor dos remédios geralmente é bem amargo, os bichanos tratam de salivar com vontade para eliminar o gosto. Alguns babam mais, outros menos, mas a reação […]

gato-picole-3 Bola de gelo para refrescar Publicado por Gateiro, 18/12/2018

Com o verão batendo na porta, uma foto antiga sempre reaparece nas redes sociais: O gato e o seu picolé de ração úmida! A ideia é aprovada por veterinários, mas trate de deixar o picolé alguns minutos fora da geladeira antes de servir para o bichano, para derreter um pouco, pois isso evitará que a […]

gatos-cuidado-racao-1 Um gato vomitou e o outro quer comer! Publicado por Gateiro, 10/01/2018

É isso mesmo que você leu! Quem tem mais de um gato em casa, pode ter presenciado tal situação. Gatos não são como filhotes de passarinho, que podem comer o alimento já mastigado pela mãe. Veterinários não recomendam permitir o consumo de um alimento vomitado, pois assim as condições do organismo de um bichano não vão se estabelecer […]

clientes-1 doacoes-1

Gateiro no seu e-mail

Digite seu e-mail para receber as postagens do blog

Mais sobre

Arquivos

facebook

portal-medicina-felina-1