A Dra. Keila Regina de Godoy, médica veterinária da PremieR pet, responde a seguir uma pergunta realiza por muitos gateiros.

Quando o gato rejeita uma ração, podemos fazer algo? Há algum motivo mais comum que faz com que isso aconteça?

Gatos possuem naturalmente o paladar mais criterioso que os demais animais domésticos e não é incomum que demonstrem desinteresse pela ração em algum momento. Mas quando a rejeição acontece, primeiramente é preciso descartar causas como doenças, problemas de gengiva ou dentes ou até mesmo estresse – já que alguns gatos perdem o apetite devido a mudanças de ambiente ou na rotina. Para isso, é importante contar com a avaliação e a experiência de um médico veterinário.

Uma vez afastadas essas causas, é provável que o desinteresse pela ração esteja ocorrendo em razão do apetite caprichoso. Mas nada de deixar o bichano sem comer por causa disso! Gatos não podem ficar mais de 48 horas em jejum e já falamos sobre isso aqui.

Por isso, em casos em que há rejeição do alimento sem motivo aparente, é recomendado realizar a troca de sabor do alimento ou, ainda, umedecer a ração seca com água morna, na proporção de 3 partes de alimento para 1 parte igual de água. Esse artifício além de liberar o odor do alimento acentua o sabor. Mas lembre-se: o alimento umedecido deve ser consumido em até 30 minutos e possíveis sobras devem ser descartadas.

Uma dica importante para prevenir o apetite caprichoso nos gatos é ofertar diferentes sabores e texturas de alimentos durante a fase de filhote. Assim eles se acostumam desde cedo com vários alimentos, o que evita rejeições futuras.

Mande a sua dúvida sobre nutrição para a Dra. Keila! Encaminhe a mensagem para o e-mail ogateiro@gateiro.com.br. As dúvidas que mais se repetem e os casos nunca comentados nesta seção serão respondidos.

Confira o site, a fan page e o perfil da marca no Twitter.

Posts relacionados

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades por e-mail