Já falei diversas vezes sobre as fontes de água. Elas são um tipo de instrumento muito importante para a manutenção da saúde do gato, pois bichanos não gostam de água parada. A temperatura e o sabor da água não podem estar alterados para atender ao exigente gosto do gato. A oxigenação da água também deve ser constante, mas o que fazer em casos isolados, porém existentes, de gatos que não gostam da sua fonte?

Inicialmente, é preciso verificar se a fonte está limpa e se o seu motor não anda fazendo muito barulho. Isso pode afugentar o gato. O local em que a fonte está instalada também pode ser decisivo para a sua aceitação. Nada de deixar a fonte próxima da caixa sanitária! Gatos gostam de separar o espaço das refeições de seu banheiro.

Em segundo lugar, você deve oferecer o recipiente de água ideal para o seu gato. Assim, você o estimula a beber água e evita problemas de saúde*.

Pratos de louça ou cerâmica são muito bem aceitos, pois a temperatura da água fica mais preservada nesses recipientes.

Como o bigode dos gatos funciona como um sistema tátil, encostar ele na água não deve ser nada agradável. Por isso, ofereça um prato bem largo.

Um boa sugestão é usar um simples prato fundo para refeições humanas (feito de louça) como na foto acima.

Bote bastante água! Até a beirada!

Uma vasilha larga e feita de vidro também atenderá o gato.

bebedouro-gato-2

Trate de forrar o chão que recebe a vasilha com um tapete, pois assim você evita que o gato molhe as patas e suje a sua casa.

*Gatos, naturalmente, tendem a beber pouca água. Os bichanos vieram de áreas desertas até serem domesticados, e isso alterou o seu comportamento e corpo. Porém, nenhum ser vivo sobrevive sem água! Deixe seu gato estimulado quando o assunto é o consumo de água.

Posts relacionados

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades por e-mail